Notícias
 


Prof. Dr. Ricardo Ferreira Bento e Prof. Silvio Penteado demonstram, em reportagem especial levada ao ar no sábado, dia 13 de março, pelo Jornal da Gazeta, os benefícios do aparelho auditivo Manaus, criado com tecnologia nacional, através de pesquisas da Otorrinolaringologia HCFMUSP

Vanina Pinheiro, repórter da TV Gazeta, de São Paulo, realizou reportagem sobre o lançamento do Manaus, aparelho auditivo que está em testes e estará à venda no próximo ano, desenvolvido por pesquisadores do HCFMUSP, com a coordenação do Prof. Dr. Ricardo Ferreira Bento.

"O Manaus vai modificar o mercado de aparelhos auditivos existentes no Brasil. Hoje, todos são importados e o custo deles varia entre R$ 525,00 e R$ 1.100,00. Nosso aparelho terá um custo 50% menor assim que lançarmos, no próximo ano e, quando fabricarmos em larga escala, o seu preço vai se adequar ainda mais", esclareceu Prof. Ricardo Ferreira Bento, na matéria.

Outra vantagem será o custo operacional do aparelho. "Estamos produzindo um aparelho auditivo nacional que terá um custo operacional muito menor, pois o consumo de pilhas reduzirá bastante assim como o custo de manutenção", disse o Prof. Silvio Penteado, engenheiro responsável pelo Laboratório Livre de Acústica do HCFMUSP.

Tecnologia e gastos menores para o SUS

Segundo os pesquisadores, o Manaus tem o mesmo recurso tecnológico de 80% dos aparelhos importados comprados pelo SUS que, somente em 2.009, empregou R$ 148 milhões na aquisição de 242 próteses auditivas. "Esse preço deve reduzir em mais de 50%. "O aparelho nacional deverá custar cerca de R$ 300,00 e com isso, mais pessoas serão beneficiadas com o aparelho", esclarece o Bento.

Para a fonoaudióloga Silmara Cristina, o Manaus representa um avanço na fabricação nacional e alerta sobre as pesquisas feitas com usuários. "É preciso pensar no design", disse ela. Esse detalhe deverá ser, sem dúvida, mais um aspecto positivo do lançamento do Manaus.